Abrint: avaliação de venda da Oi Móvel precisa considerar cenário convergente

180

Teletime – Henrique Julião

Preocupados com o impacto concorrencial da venda dos ativos móveis da Oi para Claro, TIM e Vivo, provedores regionais (ISPs) reunidos na Abrint desejam que a avaliação do negócio considere efeitos no mercado de redes fixas – e não apenas no segmento móvel. A entidade também deseja que a Anatel aja para impedir concentração e ociosidade de espectro após a operação.

Em entrevista a TELETIME, a conselheira jurídica da Abrint, Cristiane Sanches, classificou as consequências do negócio como inéditas. Por isso, defendeu que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) avalie também as repercussões no mercado fixo, refletindo preocupação similar à expressa pela TelComp.

Leer más: https://teletime.com.br/16/12/2020/abrint-avaliacao-de-venda-da-oi-movel-precisa-considerar-cenario-convergente/