Algar Telecom lidera competitivas com receita de R$ 1,1 bilhão

A Brisanet e a TIM vêm em seguida, com receitas de R$ 500 milhões e R$ 400 milhões, respectivamente. A Brisanet também foi a empresa que mais liderou os índices da Teleco.

117

Leer en español

A Algar Telecom foi a prestadora de pequeno porte (PPP) com maior receita líquida nos nove primeiros meses de 2021, alcançando R$ 1,1 bilhão. A Brisanet apresentou a segunda maior receita (R$ 500 milhões) e, em seguida, a TIM (R$ 400 milhões).

A consultoria Teleco acompanha o desempenho das competitivas desde o segundo trimestre do ano passado por meio de indicadores, como receita, acessos em fibra, acessos via satélite, entre outros.

As competitivas são prestadoras de Serviço de Comunicação Multimídia, exceto Claro, Vivo e Oi. A Algar Telecom e a TIM foram incluídas por apresentarem um market share menor que 5% nos serviços fixos.

Resultados do 3T21

Além de liderar o indicador de receita, a Algar Telecom é a empresa que mais registrou acessos na região sudeste (640 mil), seguida pela Desktop (640 mil), TIM (472 mil) e Alloha Fibra (442 mil), durante o terceiro trimestre de 2021.

No mesmo período, a Brisanet foi a competitiva com melhor desempenho nos índices, com mais acessos de banda larga fixa (791 mil); em fibra (790 mil); e na região nordeste (791 mil).

A Alloha Fibra foi a empresa que teve maior crescimento de banda larga fixa, com adições líquidas totais de 172 mil novos acessos de julho a setembro do ano passado. A Hughes foi líder absoluta em acessos banda larga via satélite (256 mil), bem à frente da Viasat Brasil (17 mil), e até mesmo da Claro (25 mil).

Já a TIM teve mais acessos na região centro-oeste (91 mil); a Você Telecom liderou o norte (79 mil); e a Unifique foi mais expressiva na região sul (435 mil) e também apresentou maior rentabilidade, com margem EBITDA de 53% nos nove primeiros meses de 2021.

Apesar de terem market share inferior a 5% em um ou mais mercados, a Algar Telecom, Brisanet, TIM e Unifique participaram do leilão do 5G em novembro passado, o que indica a capacidade das empresas crescerem rapidamente nos próximos anos com a entrada em um mercado novo e em expansão. Também podemos ver a consolidação nos próximos meses da Brisanet, Desktop e Unifique, que abriram capital na bolsa de valores em 2021.