Anatel não apoia 5G em 28 GHz e quer restrição para faixa de 40 GHz, em defesa dos satélites

0
328

Tele.síntese – Miriam Aquino

O presidente da Anatel, Leonardo de Morais, que participou essa semana do Satshow, evento de satélite realizado em Washington, Estados Unidos,  deu alguns recados para a indústria de satélite e de telefonia móvel, que travam acirradas disputa por mais frequências. O executivo antecipou algumas da posições que o Brasil vai defender na WRC-19 (Conferência Mundial de Radiocomunicação da UIT), que acontece este ano no Egito, entre 28 de outubro a 22 de novembro.

O primeiro recado: o Brasil mantém a posição de não reconhecer a faixa de 28 GHz como propícia para a telefonia celular. Embora não esteja prevista a atribuição dessa frequência para o IMT ( a tecnologia da 5G) na Conferência da UIT, há uma forte pressão de diferentes empresas para que a UIT (União Internacional de Telecomunicações) passe a considerar também esse espectro para a banda larga móvel.

Leer más:
http://www.telesintese.com.br/anatel-nao-apoia-5g-em-28-ghz-e-quer-restricao-para-faixa-de-40-ghz-em-defesa-dos-satelites/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here