Anatel planeja memorando sobre fibra com agência reguladora do Catar

Em viagem ao Catar, o ministro Fábio Faria se reuniu com autoridades do país asiático para debater a cobertura de fibra óptica e tecnologias assistivas. Ele também está em busca de investimentos do fundo soberano do Catar.

122

Leer en español

Durante a viagem ao Catar, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, se reuniu com autoridades do Catar e o CEO da Qatar Investment Authority (QIA), Mansoor Al-Mahmoud, para debater a cobertura de fibra óptica e buscar investimentos para o Brasil.

O país asiático tem 99% de cobertura domiciliar de fibra e, de acordo com o governo brasileiro, as agências reguladoras do Catar e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) têm discutido e estruturado um memorando de entendimentos neste campo.

“Também tratamos sobre o uso de tecnologias para garantir acessibilidade e inclusão”, disse o ministro. As ferramentas assistivas ajudam a ampliar as habilidades funcionais das pessoas com deficiência, principalmente voltadas para a educação. A comitiva ainda debateu governo eletrônico e fomento às aplicações de Inteligência Artificial.

Outro encontro relevante foi com o CEO da Qatar Investment Authority (QIA), Mansoor Al-Mahmoud. Segundo o ministro, a QIA ficou interessada no potencial que o Brasil terá após o leilão 5G. “Uma reunião excelente e que deu bons frutos para conectar todos os brasileiros”, prometeu em um vídeo.

A visita ao Catar faz parte da Missão 5G de Faria à Ásia. Ele também viajou à Coreia do Sul, onde assinou um acordo com o governo para o desenvolvimento de semicondutores e debateu a expansão da Hana Micron no Brasil.