Apps disputam audiência de vídeos curtos no Brasil

77

Valor – Daniela Braun

A entrada do YouTube no segmento de vídeos curtos no Brasil, com o lançamento do Shorts, esta semana, agita a concorrência local com plataformas dedicadas ao formato como as chinesas TikTok e Kwai, bem como redes sociais que oferecem vídeos curtos como Instagram, Pinterest e Snapchat.

Os vídeos curtos vêm ganhando adeptos. Em abril, mais de 3 milhões brasileiros acessaram as três plataformas mais focadas no formato – TikTok, Kwai e Snapchat – ante 529 mil em janeiro deste ano, segundo um levantamento feito pela consultoria Comscore a pedido do Valor.

A disputa pela atenção dos brasileiros em vídeos on-line envolve geração de receita, especialmente com anúncios. Os anúncios em vídeos, em todos os formatos, devem somar US$ 1,3 bilhão no Brasil este ano, ou 13,2% dos US$ 9,8 bilhões dedicados à publicidade no país, segundo dados da consultoria eMarketer compartilhados pelo IAB Brasil.

Mais informações: https://valor.globo.com/empresas/noticia/2021/06/10/apps-disputam-audiencia-de-videos-curtos-no-brasil.ghtml