Banda larga fixa, finalmente, poderá ter número próprio

0
285

Tele.síntese – Miriam Aquino

O conselho diretor da Anatel reunido hoje, 30, remotamente, aprovou a consulta pública, que ficará aberta 45 dias, de alteração do Regulamento de Numeração e que traz mudança muito significativas frente ao que existe hoje no mercado. A numeração dos serviços de telecomunicações é um dos ativos mais importantes setoriais, depois das radiofrequência, porque é também um bem finito.

Entre as alterações sugeridas, a Anatel, finalmente, propõe que as operadoras de SCM (banda larga fixa) tenham acesso a um número  próprio para prestar o serviço, reivindicação de pelo menos 10 anos das pequenas empresas; que os Serviços Móveis Globais por Satélite (SMGS) passem a usar a mesma numeração da telefonia celular; que a escolha prévia da operadora de DDD acabe com a concessão de telefonia fixa, e que não haja mudança na numeração destinada para a Internet das Coisas (IoT). Essas propostas mexem com muitos mercados e centenas de empresas.

Leer más: http://www.telesintese.com.br/banda-larga-fixa-finalmente-podera-ter-numero-proprio/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here