Brasil | Anatel auxilia Polícia Civil no combate a furtos de equipamentos de telecomunicações

Operação realizada no Distrito Federal, Goiás e Tocantins desarticulou atuação de grupo criminoso.

99

Anatel

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) forneceu apoio técnico à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) para desarticular um grupo criminoso acusado de furto de equipamentos de telecomunicações de grandes empresas para repasse dos aparelhos a provedores irregulares de banda larga fixa.

A operação foi realizada entre 26 e 28 de outubro no Distrito Federal, nas regiões da Estrutural, Saan, Vicente Pires e Ceilândia; em Goiás, nas cidades de Goiânia, Goiatuba, Acreúna, Inhumas, São Francisco, Mara Rosa, Porangatu, Santa Tereza e Trindade; e em Tocantins, na cidade de Palmeirópolis.

O furto de equipamentos de telecomunicações pode interromper por horas o fornecimento do serviço de banda larga fixa aos consumidores das empresas afetadas. Em cidades menores e mais distantes, o reestabelecimento pleno do serviço pode demorar até 24 horas.

Segundo o gerente da Anatel Distrito Federal, Manuel de Araújo, “a Agência tem ampliado o diálogo com órgãos de segurança pública para coibir o comercio ilegal de aparelhos de telecomunicações empresariais para fornecimento de banda larga a consumidores”.

A Anatel, cabe registrar, tem incentivado a adoção de protocolos de segurança robustos pelas empresas para uma melhor prevenção a furtos de equipamentos e consequentes interrupções nas redes de telecomunicações.

Em nota, a PCDF afirmou ter solicitado a presença de representantes das operadoras e da Anatel dada a impossibilidade técnica de os policiais verificarem, in loco, a procedência dos equipamentos, o que poderia causar a interrupção de serviços para clientes das regiões onde ocorreu a ação de fiscalização.