Brasil | Anatel vai aumentar a potência máxima de terminais em redes privativas 5G

Superintendência de Outorga e Recursos à Prestação finalizou minuta de ato, previsto para sair em janeiro, juntamente com a entrada em funcionamento de um sistema eletrônico para a coordenação de espectro.

107

Tele.síntese – Rafael Bucco

A área técnica da Anatel já concluiu a minuta de ato que determina os requisitos técnicos das redes privativas em 5G no país. A meta trabalhada atualmente na agência é publicar o texto em janeiro, quando também deve ser concluído o sistema eletrônico de coordenação do espectro.

As redes privativas são a menina dos olhos da 5G, a principal aposta para geração de receita adicional por operadoras e fabricantes de equipamentos. Como se vê no gráfico acima, a Anatel já disponibiliza espectro para uso por redes privativas. Com o novo ato, ficam mais claras as regras para a convivência entre redes móveis TDD, resultando em harmonização com o 5G e satélites para a indústria 4.0.

Tele.Síntese teve acesso à minuta final do ato. Esta define a potência máxima para uso indoor de redes na faixa de 3,7 GHz a 3,8 GHz conforme proposto inicialmente pela agência na redação que foi a consulta pública em julho. A potência das redes indoor ficará limitada a 30 dBm/10 MHz e.i.r.p.

Mais informações: https://www.telesintese.com.br/anatel-vai-aumentar-a-potencia-maxima-de-terminais-em-redes-privativas-5g/