Brasil | Após ciberataque, criminosos colocam dados da Atento à venda da ‘deep web’

Em comunicado, a Atento diz que “não há evidências de exposição de dados de clientes ou usuários finais".

198

Valor – Daniela Braun

O grupo cibercriminoso LockBit, responsável pelo ataque à empresa de call center Atento, no Brasil, anunciou no domingo (31) ter dados vazados da empresa para vender, na internet oculta (“deep web”).

A Atento foi vítima de um ciberataque no dia 17 de outubro e, desde então, informa que vem trabalhando para restabelecer seus sistemas.

O Valor apurou que o LockBit, mesmo grupo que promoveu um ataque de sequestro de dados (ransomware) à consultoria Accenture, em agosto, costuma publicar uma contagem regressiva para pressionar as vítimas a pagarem um resgate.

Mais informações: https://valor.globo.com/empresas/noticia/2021/11/01/aps-ciberataque-criminosos-colocam-dados-da-atento-venda-na-deep-web.ghtml