Brasil | B3 aposta em inteligência artificial para prevenir ciberataques

Recentemente, empresas listadas em bolsa, como Renner e Fleury, sofreram ataques cibernéticos com sequestro ou roubo de dados.

172

Valor – Isabel Filgueiras

O presidente da B3, a bolsa de valores do Brasil, Gilson Finkelsztain, disse que vê a tecnologia como aliada dos negócios e que a empresa vem desenvolvendo um sistema de inteligência artificial para facilitar os processos, mas também prevenir ataques cibernéticos e crimes. Ele participou de painel sobre tecnologia e investimentos na Expert XP nesta quinta-feira.

“A gente usa a inteligência artificial para extrair valor e agregar informação mais rápido para os clientes, além de leitura de documentos, monitoramento preventivo, prevenção de lavagem de dinheiro e segurança cibernética”, afirma.

Recentemente, empresas listadas em bolsa, como Renner e Fleury, sofreram ataques cibernéticos com sequestro ou roubo de dados. A ameaça vem preocupando diversos setores pelo potencial de prejuízo que pode trazer. Além disso, hackers também vêm se dedicando a quebrar códigos e roubar criptomoedas.

Leia mais: https://valor.globo.com/financas/noticia/2021/08/26/b3-aposta-em-inteligncia-artificial-para-prevenir-ciberataques.ghtml