Brasil | Biosites expandem cobertura de voz e dados sem causar impactos

Tema é pauta necessária para fornecimento de energia elétrica, segundo diretor.

106

Valor – Ediane Tiago

No setor de telecomunicações, a integração entre a estratégia de inovação e as demandas ambientais, sociais e de governança coloca as operadoras em posição privilegiada. Ao preparar as estruturas para conquistar credenciais de impacto positivo, essas empresas vão aprimorar ferramentas e tecnologias, se tornando capazes de ajudar outros negócios na jornada. É um ganho duplo para as prestadoras de serviço. Ao mesmo tempo em que se tornam mais atrativas para investidores e consumidores, acessam um mercado de soluções ESG estimado em mais de US$ 3,5 trilhões na próxima década, de acordo com estudo publicado pelo Boston Consulting Group e a GSMA, instituição internacional da área de telefonia móvel.

Outra análise, publicada pela Accenture, aponta o papel das telecomunicações no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização as Nações Unidas (ONU). De acordo com a consultoria, caberá ao setor, promover a internet aberta, com acesso total, qualidade e tratamento justo de tráfego – criando impactos positivos na educação, na inclusão financeira e no crescimento econômico das nações em desenvolvimento. Já o aumento da cobertura de serviços 4G e 5G vai melhorar a conectividade nas cidades e fomentar soluções para operações urbanas, eficiência energética, gestão de resíduos e monitoramento da qualidade do ar. “Estamos diante de uma evolução estrutural. A agenda ESG não é um avanço semântico da sustentabilidade”, afirma Mario Girasole, vice-presidente de assuntos regulatórios e institucionais da TIM.

Segundo ele, não basta mitigar os impactos negativos gerados pela empresa. É preciso antecipar-se a eles, levando corporações a reorientar processos na direção de um negócio mais saudável para pessoas e o planeta. “Uma empresa que não inova dificilmente conseguirá avançar em práticas ESG.”

Leia mais: https://valor.globo.com/publicacoes/suplementos/noticia/2021/08/31/biosites-expandem-cobertura-de-voz-e-dados-sem-causar-impactos.ghtml