Brasil | Cade rejeita recurso da Algar contra acordo de RAN Sharing Claro/Vivo

230

Tele.síntese – Rafael Bucco

A conselheira Paula de Azevedo, do Cade, rejeitou o recurso da Algar Telecom contra o contrato de compartilhamento de 81 estações e espectro móvel firmado entre a Claro e a Telefônica Vivo. O recurso foi protocolado há uma semana e, na última sexta, 11, negado.

A operação analisada por Azevedo consiste em um contrato de RAN sharing por meio do qual a Telefônica compartilhará sua rede de acesso e espectro de radiofrequência à Claro, sendo paga para tanto. O escopo do acordo é baseado no modelo de arquitetura de rede MultiOperation Core Network (“MOCN”), pelo qual a Vivo disponibilizará seus recursos de rádios 3G, transmitindo um espectro comum ofertado igualmente aos seus usuários e aos usuários da Claro.

Leia mais: https://www.telesintese.com.br/cade-rejeita-recurso-da-algar-contra-acordo-de-ran-sharing-claro-vivo/