Brasil | Claro Box funciona em qualquer banda larga, mas operadora quer focar na oferta a seus clientes

81

Teletime – Samuel Possebon

A Claro, principal operadora de TV por assinatura no modelo tradicional, já embarcou no universo do streaming,  com a Claro Box TV, lançada no início do ano. Segundo o diretor de Produtos de Vídeo da operadora, Alessandro Maluf, embora o serviço ainda esteja sendo oferecido à base de clientes da Claro, a meta é ampliar “para 60 milhões de lares”, que são os assinantes da operadora em todos os serviços. Embora oferecido à base de clientes, o novo serviço funciona em qualquer rede de banda larga, e no médio prazo a Claro poderá iniciar um processo de venda mais intensivo em todo o Brasil, informa Maluf. “É apenas uma questão de uma decisão comercial e de estratégia”.

O novo serviço, ao contrário do modelo tradicional prestado pela operadora, é um SVA, não sujeito às regras do Serviço de Acesso Condicionado e, portanto, é mais flexível em termos de empacotamento. “O objetivo é trazer uma alternativa, não abandonamos a pay TV tradicional”, diz. Para Maluf, há uma forte demanda pelo modelo tradicional, e a prova disso é a própria pirataria do serviço. “A questão são os custos envolvidos. O modelo de menor custo operacional e o menor custo possível para o consumidor é uma medida para crescer o negócio de pay-TV. Não é um produto substituto, mas complementar ao cabo e ao satélite”, diz Maluf. Segundo ele, por conta do custo da caixa e do câmbio, o investimento em aquisição de clientes é alto no novo serviço, mas com um custo operacional é mais baixo do que o tradicional.

Mais informações: https://teletime.com.br/27/04/2021/claro-box-funciona-em-qualquer-banda-larga-mas-claro-quer-focar-na-oferta-a-seus-clientes/