Brasil | Com streaming, ISPs levam TV por assinatura ao Brasil profundo

0
61
Abstract glowing fiber lines. Abstract blue glowing fiber optic lines. Bright light beam for fast data transfer for high-speed Internet connections 3d illustration

Teletime – Fernando Lauterjung

Sem dados precisos, já que muitos não reportam seus números à Anatel, estima-se que os cerca de 12 mil ISPs (Internet Service Providers, ou apenas provedores de Internet) brasileiros somados sejam maiores do que qualquer operadora tradicional de telecomunicações, representando aproximadamente metade da base de banda larga do país. É através desta base que o OTT e, sobretudo, as novas plataformas de IPTV vêm ampliando sua presença no país.

“Alguns programadores se adaptaram rapidamente e estão muito na frente na distribuição de OTT, VOD e streaming linear. Outros estão se adaptando à mudança. Em um dos que se adaptou (para chegar aos ISPs), o faturamento conosco multiplicou por quatro”, disse Alex Jucius, diretor geral da Neo Asssociação durante o Streaming Brasil 2021, realizado por TELA VIVA e TELETIME nos dias 26 e 27 de abril. A associação, que foi criada para auxiliar pequenas e médias operadoras de TV na negociação com as programadoras, hoje é uma espécie de market place de conteúdo, inclusive para os ISPs. Seus 180 associados chegam a mais de 5 mil municípios. São cerca de 7,5 milhões de domicílios atendidos com banda larga pelos associados. Algumas programadoras, conta, chegam a 30% desta base, superando os 2 milhões de assinantes nos ISPs. Como comparação, a base de TV paga tradicional entre os associados da Neo está na casa dos 300 mil clientes.

Segundo Jucius, embora parte do mercado de conteúdo em vídeo tenha migrado para um modelo B2C, com os programadores chegando diretamente ao cliente final, o B2B2C ainda é muito relevante, especialmente quando se fala de um perfil de consumidor ainda desbancarizado, sem cartão de crédito. “Os ISPs se tornaram um canal de bilhetagem e um diferencial de relacionamento e de atendimento. Há uma proliferação de empresas e plataformas buscando esse mercado e há espaço para todos atuarem”, diz.

Leia mais: https://teletime.com.br/27/04/2021/com-streaming-isps-levam-tv-por-assinatura-ao-brasil-profundo/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here