Brasil | Com teste inédito, programa espacial terá dia decisivo

Cerca de R$ 100 milhões já foram aplicados no desenvolvimento do motor S50 que será usado no lançamento de foguetes à órbita terrestre.

340

Valor – Daniel Rittner

Prioritário no programa espacial brasileiro, o desenvolvimento do veículo lançador de microssatélites (VLM-1) dará um passo decisivo nesta semana. Foi marcado para sexta-feira, em uma unidade do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) na divisa dos municípios paulistas de São José dos Campos e Jacareí, o principal ensaio do motor que permitirá o efetivo lançamento dos foguetes à órbita terrestre. Todas as atenções dos engenheiros e cientistas estão voltadas para o teste.

Cerca de R$ 100 milhões já foram aplicados no desenvolvimento do motor S50, com tecnologia nacional, ao longo dos últimos 12 anos. Ele deverá funcionar plenamente, em uma simulação do que vai ocorrer em voo mais adiante, por até 84 segundos. Se tudo der certo, estará vencida uma etapa crucial para a conclusão do VLM-1, prevista para 2025. Eventuais falhas não são necessariamente um revés no projeto, servem para corrigir problemas, mas podem provocar alongamento do prazo.

“Hoje, quando se fala em acesso ao espaço para colocar satélites em órbita, o nosso carro-chefe é esse motor. O ensaio será determinante para calibrar os nossos esforços com vistas às fases seguintes”, disse ao Valor o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Carlos Moura, admitindo ansiedade pela chegada da data.

Mais informações: https://valor.globo.com/brasil/noticia/2021/09/27/com-teste-inedito-programa-espacial-tera-dia-decisivo.ghtml