Brasil | Conclusão das vendas da Oi Móvel e da Infraco pode ficar para 2022, diz CEO da Oi

133

Tele.síntese – Rafael Bucco

Embora a Oi tenha trabalhado para vender rapidamente os ativos considerados não essenciais conforme seu plano de recuperação judicial, o escrutínio regulatório pode postergar a efetivação das transações. Segundo Rodrigo Abreu, CEO da companhia, já se admite um pequeno atraso no aval do Cade para as operações, em especial no caso da Oi Móvel.

Em reunião com analistas realizada nesta manhã, 13, o executivo disse acreditar que as análises regulatórias e concorrenciais serão concluídas até o final do ano, e o fechamento dos negócios poderá, então, ser selado no começo de 2022. A previsão inicial era de conclusão dos negócios até o final deste 2021.

“Esperamos a aprovação da venda do móvel no começo de 2022. Da Infraco, deve vir antes, final do quarto trimestre de 2021 ou começo de 2022. De qualquer forma, 2022 será ano em que todas a vendas estarão concluídas, teremos feito a transição para os novos donos, e teremos uma nova Oi conforme anunciado”, afirmou.

Mais informações: https://www.telesintese.com.br/conclusao-da-venda-da-oi-movel-e-da-infraco-pode-ficar-para-2022-diz-ceo-da-oi/