Brasil | Conselho do Funttel autoriza R$ 7 milhões para projeto de controle de satélites

Resolução permite que a Finep celebre convênio para execução de projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA).

107

ASCOM | Ministério das Comunicações

O Brasil deu novo passo para ampliar a participação no mercado espacial com a autorização, na última sexta (5/11), do repasse de R$ 7 milhões para projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação concebido pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA). A medida é prevista na Resolução CGF nº 147 do Conselho Gestor do Funttel, publicada no Diário Oficial da União (DOU). Do montante total, R$ 5,29 milhões são do Funttel e outros R$ 1,75 milhão do Ministério da Defesa (MD).

A iniciativa prevê a implantação de infraestrutura terrestre capaz de oferecer o serviço de controle de satélites de pequeno porte, de até 500 kg. “Com o investimento neste projeto, se abre uma nova janela de oportunidade para que universidades, centros de pesquisa e startups brasileiras ingressem na exploração do mercado espacial”, ressaltou o presidente do Conselho Gestor, Pedro Lucas Araújo. Atualmente, o setor movimenta aproximadamente R$ 2,1 trilhões (US$ 385 bilhões), de acordo com relatório denominado The Space Economy Report 2020.

Ao fim do desenvolvimento do projeto, estará em operação uma Estação de Solo com salas, elementos de radiofrequência e capacidade de análise de dados, totalmente dedicados ao controle satelital. A unidade será compartilhada entre alunos e pesquisadores que poderão atuar em colaboração com outras estações de solo do mundo.

A liberação do investimento será efetivada por meio de convênio celebrado pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), na condição de agente financeiro do Funttel, com a Fundação Casimiro Montenegro Filho, na qualidade de fundação de apoio do ITA. O prazo de execução do projeto é de 24 meses.