Brasil | CVM define empresas que vão fazer exchange baseada em tokens e blockchain

89

Convergência Digital

A Vórtx, fintech de infraestrutura para o mercado de capitais com mais de R$ 500 bilhões de ativos em sua plataforma, em parceria com a QR Capital, holding do setor de blockchain e criptoativos, foram selecionadas para participar do Sandbox Regulatório da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Em modelo de joint venture, as empresas vão desenvolver, no âmbito do Sandbox regulatório, a primeira exchange baseada em tokens regulada para o mercado de capitais. O projeto proporciona uma evolução da infraestrutura para a digitalização da atividade de intermediação de ofertas públicas de valores mobiliários, como debêntures e cotas de fundos de investimento, incorporando tecnologia blockchain para transações mais seguras, inteligentes e transparentes.

O ambiente experimental do Sandbox Regulatório é ideal para que novos projetos sejam testados de forma flexível e segura fazendo com que o setor possa usufruir de produtos mais baratos e que os usuários tenham uma experiência melhor. Além de permitir a introdução de produtos e processos inovadores no mercado de capitais brasileiro de forma segura, o Sandbox Regulatório é, também, um ambiente de avaliação para o órgão regulador, que verificará a melhor forma de regular esse novo universo tecnológico que se abre para o mercado de capitais brasileiro.

Mais informações: https://www.convergenciadigital.com.br/Inovacao/CVM-define-empresas-que-vao-fazer-exchange-baseada-em-tokens-e-blockchain-58332.html