Brasil | Empresas de saúde pedem mais apoio público e regulamentação definitiva para telemedicina

A modernização das leis não acompanha o avanço da digitalização que leva a novos modelos de planos e serviços de saúde.

116

Valor – Denis Kuck

Acelerada pela pandemia, a digitalização tem fomentado a inovação na área de saúde. A chegada do 5G, com velocidades mais altas que o 4G e a possibilidade de expansão da internet das coisas, também é um incentivo para o avanço tecnológico. No entanto, existem algumas barreiras: representantes do setor e do mercado pedem mais apoio público e regulamentação definitiva da telemedicina.

Startup voltada para o desenvolvimento de soluções para a indústria 4.0, a Phygitall criou um crachá inteligente para evitar acidentes de trabalho, problema que afeta a saúde dos funcionários e causa prejuízos às companhias.

A partir de tecnologia de comunicação sem fio via rádio criada pela empresa, os fundadores da Phygitall, Lúcio César Netto e Gustavo Nascimento, desenvolveram o aparelho, que pode ser usado no bolso de um macacão. O equipamento está sendo utilizado de forma piloto em cerca de 400 funcionários de empresa de logística em Cubatão (SP).

Leia mais: https://valor.globo.com/empresas/noticia/2021/11/01/empresas-de-saude-pedem-mais-apoio-publico-e-regulamentacao-definitiva-para-telemedicina.ghtml