Brasil |Faria: regra de governança exclui Huawei da rede privativa do governo, mas não há veto à China

368

Teletime – Marcos Urupá

O ministro das Comunicações Fabio Faria confirmou em audiência pública realizada pelo Grupo de Trabalho da Câmara que acompanha a implementação da tecnologia 5G no Brasil, nesta terça-feira, 9, que a Huawei não estará entre os fornecedores da rede privativa do governo, e que a própria empresa teria manifestado seu desinteresse de ser fornecedora para esta infraestrutura. Faria foi indagado pelos parlamentares sobre a situação da Huawei no processo de implantação do 5G no Brasil, especificamente se a empresa estava de fora da lista de fornecedores de equipamentos para a infraestrutura.

O ministro das Comunicações reiterou que não há vetos a nenhuma empresa ou país. Mas cabe ao governo dizer como quer o funcionamento da sua rede de comunicação segura, e para isso colocou critérios. Nesse sentido, um dos critérios colocados diz que os fornecedores devem seguir regras de governança corporativa compatíveis com as seguidas por empresas abertas em bolsa no Brasil. Por essa regra, a gigante chinesa fica de fora da lista de fornecedores, disse o ministro. Perguntado se o critério foi pensado para realmente tirar a Huawei do páreo, Faria alegou que não. E ainda falou que, durante a viagem à China, a empresa manifes

Leer más: https://teletime.com.br/09/03/2021/faria-regra-de-governanca-exclui-huawei-da-rede-privativa-do-governo-mas-nao-ha-veto-a-china/