Brasil | Fundo da SP Ventures obtém R$ 220 milhões para aportes em agtechs

A gestora dedicada a investimentos em agtechs anunciou o quarto fechamento de recursos do seu fundo Ag Venture 2.

165

Valor – Fernanda Pressinott

A SP Ventures, gestora dedicada a investimentos em agtechs, anunciou o quarto fechamento de recursos do seu fundo Ag Venture 2. A nova captação, no valor de R$ 220 milhões, reúne investidores de peso como o Banco do Brasil, a empresa de participações Banco do Brasil Seguridade e a norueguesa Yara, maior companhia de fertilizantes do mundo e líder também no país. Nesse fundo, a SP Ventures já captou mais de R$ 150 milhões, e a meta é chegar a R$ 300 milhões até o fim deste ano.

“Em nossos fundos anteriores, tínhamos dificuldade em atrair empresas grandes do setor, já que o foco delas estava muito em fintechs. Com a especialidade adquirida pela SP Ventures, estamos conseguindo empresas que agregam valor aos negócios”, disse ao Valor Francisco Jardim, sócio-fundador da SP Ventures e que já passou pelo Criatec, o fundo de inovação que tem o BNDESPar como investidor-âncora.

A primeira captação do Ag Venture 2, em agosto de 2020, reuniu fundos globais de venture capital de empresas como Basf e Syngenta, além de fundos com investidores-âncora como Bill Gates, Paul Allen e a Ford Foundation e a BID Labs, braço de Venture Capital e inovação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O segundo fechamento superou R$ 30 milhões e contou com Mosaic, Adisseo e grandes produtores de grãos. O terceiro fechamento foi no valor de R$ 30 milhões e teve participação da IFC (Corporação Financeira Internacional), braço do Grupo Banco Mundial.

Leia mais: https://valor.globo.com/agronegocios/noticia/2021/10/01/fundo-da-sp-ventures-obtem-r-220-milhoes-para-aportes-em-agtechs.ghtml