Brasil | Governo tira Telebras, mas mantém vendas de Serpro e Dataprev para 2022

113

Convergência Digital – Ana Paula Lobo

No mais novo slide dos 153 ativos possíveis de venda do governo, feito pelo programa de Parcerias de Investimentos (PPI), em reunião realizada esta semana, a Telebras saiu da lista de vendas. Mas não há nenhuma explicação para a retirada da estatal. O que parece ser a razão: a possível gestão da rede privada do governo, a ser montada pelos vencedores do leilão 5G e da participação da empresa no programa Wi-Fi Brasil, usado pelo governo federal.

Já Serpro e Dataprev- apesar das reclamações por conta dos dados pessoais- seguem na lista. Não há nela um prazo para a efetivação dos leilões de privatização, mas no último oficial, o governo colocou a venda das duas empresas para o segundo semestre de 2022, em plena campanha eleitoral para a presidência da República.

A venda do Serpro e da Dataprev é questionada por diferentes organizações, entre elas, o próprio Tribunal de Contas da União. Em dezembro do ano passado, a Corte identificou risco potencial com a venda das principais estatais de TI federais.

Mais informações: https://www.convergenciadigital.com.br/Governo/Governo-tira-Telebras%2C-mas-mantem-vendas-de-Serpro-e-Dataprev-para-2022-59087.html