Brasil | Huawei e SENAI criam projeto de treinamento para geração “nem-nem”

Objetivo é formar jovens para a atuar com 5G, fibra óptica, Inteligência Artificial, entre outros

194

Leer en español

A chinesa Huawei e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Brasil anunciaram na última semana que oferecerão cursos com certificação para o setor de Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC). Até o final do ano, 2 mil alunos devem ser formados.

As duas partes também vão construir três laboratórios de última geração para a instalação e manutenção de tecnologia FTTH (fiber to the home ou fibra óptica) no Distrito Federal, Bahia e Tocantins. As primeiras turmas terão inscrições gratuitas.

Os cursos do programa ICT Academy SENAI/Huawei com certificação internacional terão foco nas áreas de Cloud, Inteligência Artificial, fibra óptica e 5G. As aulas serão à distância e presenciais e as inscrições para o curso de 5G são gratuitas.

O objetivo da parceria é qualificar a geração “nem-nem”, jovens que não estudam, nem trabalham, para atuar no setor de tecnologia, como na instalação de fibra óptica e na futura implementação do 5G.

“Teremos uma transformação do chão de fábrica ao escritório, com máquinas e equipamentos conectados e novas funções”, disse Gustavo Leal, diretor de Operações do SENAI.

“Com esta parceria, estamos, não apenas combatendo o desemprego e dando cursos de alta qualidade para os jovens, mas também investindo no desenvolvimento da infraestrutura do país”, concluiu Bruno Zitnick, diretor de Relações Públicas e Governamentais da Huawei.Ao todo, a empresa pretende abrir 12 laboratórios no Brasil em 2021.