Brasil | Iniciativa 5G quer venda conjunta dos lotes 700 MHz e 3,5 GHz no leilão

117

Tele.síntese – Rafael Bucco

Enquanto a minuta do edital 5G passa pela análise do ministro Raimundo Carreiro, do Tribunal de Contas da União, um grupo interessado em ingressar no mercado celular brasileiro tem ido a Brasília defender alterações finais no texto. A Iniciativa 5G Brasil tem percorrido gabinetes propondo que a estrutura da licitação seja alterada. Pede que a faixa de 700 MHz seja vendida em conjunto com um dos lotes de 3,5 GHz.

O tema já foi apresentado a representantes do TCU, do Ministério das Comunicações, da Anatel e do Legislativo. A mudança tem razão de ser para quem deseja ingressar na telefonia móvel. Os 700 MHz são considerados frequência essencial para a entrega de cobertura ampla, enquanto os 3,5 GHz darão a capacidade máxima ao 5G. Em conjunto, essas faixas permitem a construção de uma rede móvel abrangente.

“Pelo formato atual do leilão, quem comprar a faixa de 700 MHz não tem garantias de que conseguirá comprar uma faixa em 3,5 GHz. Da mesma forma, quem comprar uma faixa de 3,5 GHz não tem certeza de que conseguirá arrematar os 700 MHz em função do modelo como a disputa está colocada no leilão”, explica Rudinei Gerhart, Diretor da Iniciativa 5G Brasil. A iniciativa é formada por um grupo de 320 provedores de internet fixa, que tende a crescer, segundo Gerhart.

Mais informações: https://www.telesintese.com.br/iniciativa-5g-quer-venda-conjunta-dos-lotes-de-700-mhz-e-35-ghz-no-leilao/