Brasil | MCom confirma inclusão de 183 cidades no programa Digitaliza Brasil

136

ASCOM | Ministério das Comunicações

A população de 183 cidades do Ceará, Paraíba, Piauí, Maranhão e Rio Grande do Norte tem agora mais motivos para comemorar: o sinal de televisão digital está bem próximo de chegar às casas. Nessa quarta (6/10), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou novos 178 termos de adesão, que confirmam a participação dos municípios no programa Digitaliza Brasil. Outros cinco documentos foram assinados ainda durante solenidade realizada em Pau dos Ferros (RN), no final de setembro. A previsão é de que sejam entregues, entre novembro e dezembro, as estações compartilhadas para transmissão digital.

“Os municípios que aderirem poderão receber, gratuitamente, a infraestrutura para digitalização do sinal de TV”, salienta o ministro. Faria revela que ainda existem 1.638 cidades, em todo o país, apenas com o sinal analógico de televisão. O MCom criou o programa Digitaliza Brasil para transformar esse cenário de exclusão digital. “Vamos levar a TV digital para o resto do Brasil e, até dezembro do ano que vem, nenhum município mais vai assistir TV analógica”, garante.

As prefeituras municipais que confirmaram a adesão ao programa foram convocadas nas fases 1.1 e 1.2 do Digitaliza Brasil. Das cidades, 44 são do Ceará, 43 do Maranhão, 53 da Paraíba, 16 do Piauí e 27 do Rio Grande do Norte. As cinco primeiras a oficializarem participação foram Coronel João Pessoa, Doutor Severiano, Portalegre, Rafael Fernandes e Umarizal, todas do RN. Clique aqui para ver a lista completa dos municípios que assinaram termos de adesão.

NOVAS ESTAÇÕES ENTREGUES – Após a assinatura dos termos de adesão pelo MCom, os documentos são enviados à Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a digitalização do sinal de TV e instalar nos municípios as novas estações. Finalizada essa etapa, a infraestrutura será inaugurada e estará pronta para realizar transmissão da programação digital. As estações têm capacidade para até oito canais.

Nas casas, a população com televisores compatíveis ou com kits conversores poderão desfrutar, sem qualquer custo extra, dos benefícios da TV digital: diversidade na programação e melhor qualidade de som e imagem, sem ruídos e interferências.

Por meio do Digitaliza Brasil, também serão entregues os kits conversores às famílias com baixa renda que atenderem aos requisitos definidos pelo grupo gestor da digitalização (GIRED).