Brasil | MCom realiza primeira reunião do Comitê de Governança

Definir estratégias institucionais e diretrizes transversais de governança pública, e dar transparência aos órgãos de controle e à sociedade são algumas das atribuições do comitê.

136

Ascom/Ministério das Comunicações

O Ministério das Comunicações (MCom) realizou nesta quinta-feira (26), em Brasília (DF), a primeira reunião do Comitê Ministerial de Governança do MCom, instituído no início deste mês de agosto, por meio da portaria MCM nº 3.297. Na reunião de trabalho, os membros do comitê detalharam o Planejamento Estratégico Institucional (PEI) e os mecanismos de acompanhamento das metas definidas como prioritárias à pasta.

A elaboração do Planejamento Estratégico Institucional (PEI) teve início em 2020, logo após a recriação do MCom, com a implantação das novas diretrizes traçadas para o alcance de resultados e o direcionamento da gestão previstos para até o fim de 2023. A partir de agora o trabalho do comitê é implementar as ações previstas.

“Esse trabalho é muito importante porque nos direciona para onde queremos caminhar e nos permite acompanhar para onde estamos indo. Outra importante atribuição do trabalho do comitê é a prestação de contas aos órgãos de controle”, ressaltou a Secretária Executiva, Estella Dantas.           

A Secretária Executiva Adjunta, Flávia Duarte, explicou as novas fases de implantação da estratégia. “O próximo passo é mapear as iniciativas que serão implementadas em cada área para alcançar as metas e objetivos do ministério”. 

Compete ao comitê, ainda, incentivar e promover a implantação de iniciativas que visem o acompanhamento de resultados no órgão e promovam soluções para melhoria do desempenho institucional. Um exemplo é o Programa de Gestão (PG.MCom), implantado em fevereiro de 2021, que foca na produtividade e transparência na gestão pública com um sistema próprio de apoio à gestão de equipes com foco em resultados.

O Comitê Ministerial de Governança do MCom é formado por dez membros titulares, sendo presidido pelo ministro da pasta, que se reunirá a cada três meses.