Brasil | Mercado já conta com quase 30 fundos de cripto

132

Digital Money Informe – Carmen Nery

Em meio aos solavancos das criptomoedas que mordem rendimentos ou fazem milionários da noite para o dia, existe algo que não para de subir: o interesse por investir em bitcoin e outros criptoativos. Os fundos surgem como alternativas para quem tem a intenção de investir em cripto mas não quer adquirir diretamente as moedas digitais. Hoje é possível, por exemplo, comprar ativos que seguem as cotações do bitcoin pela tela do aplicativo da corretora, como quem compra uma ação na bolsa.

Os fundos de investimento de criptomoedas também são uma forma bem simples de se ter exposição a esse mercado. Nos fundos, as decisões de investimento cabem ao gestor, que tem um controle maior sobre a escolha dos ativos da carteira, acompanhando de perto as oscilações das criptomoedas e rebalanceando suas posições quando necessário.

Levantamento da Quantum Finance – consultoria especializada em informações financeiras – mostra quais são os 29 fundos em criptomoedas disponíveis no mercado. Eles se dividem em dois tipos: os fundos de investimentos dos bancos e gestora de investimentos e os ETFs, que são fundos transacionados em bolsa.

Leia mais: https://www.digitalmoneyinforme.com.br/mercado-ja-conta-com-quase-30-fundos-de-cripto/