Brasil | Na Anatel, uma corrida por indicações

Vagas de presidente da agência e de conselheiro movimentam bastidores em Brasília.

101

Valor – Rafael Bitencourt

O mandato do presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Euler de Morais, se encerrará em menos de um mês, no dia 4 de novembro. A despedida do integrante do conselho diretor deu início a uma corrida silenciosa para influenciar o governo na indicação de nomes tanto para a vaga do quinto conselheiro quanto para a de presidente da agência reguladora.

A indicação para a presidência da Anatel pode ocorrer sem grandes surpresas. Integrantes do governo e do setor apostam na escolha do atual conselheiro Carlos Baigorri. Ele é servidor de carreira da agência, reconhecido por assumir postura independente na diretoria e em prol do estímulo à competição no mercado.

Já para a vaga de conselheiro, que também será deixada pelo atual presidente, o Valor apurou que o Ministério das Comunicações está inclinado a não acolher as sugestões do setor ou das atuais lideranças da Anatel. Ao tratar do assunto em encontros reservados, o ministro Fabio Faria sinaliza que quer um nome próximo a ele, “de sua confiança”.

Leia mais: https://valor.globo.com/empresas/noticia/2021/10/08/na-anatel-uma-corrida-por-indicacoes.ghtml