Brasil | Para UBS, oferta do BTG por fatia da InfraCo da Oi era a melhor possível

0
49

Teletime – Bruno do Amaral

Logo após o anúncio da negociação da Oi com o BTG Pactual por parte da InfraCo em 12 de abril, relatório do banco de investimento UBS BB já analisava positivamente a possível transação, com recomendação de compra de ações e preço-alvo de R$ 3,70 por ação em 12 meses. Uma semana depois, uma atualização novamente recomendou a compra, mas com o reajuste da ação para R$ 3 no mesmo período. 

O relatório foi escrito pelo analista Leonardo Olmos, que explicou em entrevista ao TELETIME que o valor da proposta vinculante feita pelo BTG pode não ter sido tão alto, mas teria sido a única capaz de lidar com a complexa situação da InfraCo. Na opinião dele, era necessário que o player fosse financeiro para lidar com tal complexidade. 

“O ponto mais criativo é a questão de R$ 1,5 bilhão da dívida, que poderia entrar como primária ou secundária na oferta. O BTG deu essa flexibilidade para a Oi poder colocar antes ou depois, como um cheque especial”, destacou Olmos. “Foi importante para a Oi porque ela estava tendo dificuldades na aprovação para fazer emissão de debêntures da InfraCo de R$ 5 bilhões”, completou. Ou seja: se essa emissão de dívida não for realizada, a operadora pode usar a parcela do BTG para “pagar as contas do ano”.

Mais informações: https://teletime.com.br/26/04/2021/para-ubs-oferta-do-btg-pactual-por-fatia-da-infraco-da-oi-era-a-melhor-possivel/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here