Brasil | Presidente da Anatel reconhece que saldo do Fust não retornará

56

Tele.síntese – Rafael Bucco

Embora uma nova lei feita para liberar o Fust das garras do contingenciamento pela União tenha sido aprovada no final de 2020, não é possível contar com o saldo acumulado até os dias atuais. Em valores absolutos, significa que os R$ 24 bilhões pagos por operadoras ao fundo nos últimos 20 anos não serão reinvestidos na universalização dos serviços de telecomunicações.

Em valores atualizados, o montante é de pelo menos R$ 36 bilhões, conforme o índice inflacionário escolhido para calcular o valor presente líquido, lembrou nesta segunda, 31, o presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais. Para ele, os valores recolhidos no passado não voltam em função do buraco fiscal das contas públicas.

Mais informações: https://www.telesintese.com.br/presidente-da-anatel-reconhece-que-saldo-do-fust-nao-retornara/