Brasil | Recuperação judicial da Oi vai durar até a venda da Oi Móvel

103

Convergência Digital – Luís Osvaldo Grossmann

O juiz Fernando Vianna, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, decidiu que a recuperação judicial da Oi vai durar até o fim das alienações que ainda restam pelo caminho da operadora: a Oi Móvel e do controle da V.tal. Para tanto, em decisão (PDF) de 2 de setembro último, o prazo da recuperação judicial foi prorrogado até o fim de março de 2022. 

“A ultimação dos procedimentos de alienação das UPIs do gigantesco Grupo econômico Oi/Telemar, submetido ao maior processo de recuperação de nossa história, por sua singularidade, especificidade, complexidade e importância, não pode ser efetivada sem a supervisão do Poder Judiciário, ainda mais por versar sobre companhia prestadora de serviço público essencial e estratégico para o país”, anotou o juiz Fernando Vianna. 

Segundo ele, “eventual prorrogação do prazo de supervisão judicial não atenta contra os interesses dos principais personagens do processo recuperacional, que são os credores da companhia”. Ademais, prossegue o juiz, “mão me parece que os credores extraconcursais sejam potencialmente prejudicados pelo não encerramento da RJ, uma vez estabeleci uma sistemática de pagamento desses créditos”. 

Mais informações: https://www.convergenciadigital.com.br/Telecom/Recuperacao-judicial-da-Oi-vai-durar-ate-a-venda-da-Oi-Movel-58149.html