Brasil | Startups financiam e estimulam boas práticas na cadeia de orgânicos

Raízs conecta pequenos produtores a consumidores e já tem 1.000 agricultores parceiros.

123

Valor – Claudia Rolli

Financiar pequenos produtores, utilizar energias alternativas, cuidar dos animais de forma humanizada, usar embalagens recicláveis e diminuir resíduos são ações que as empresas do setor de orgânicos ampliam na cadeia em que atuam.

A Raízs, plataforma que conecta pequenos produtores a consumidores de orgânicos, tem 1.000 agricultores parceiros, com quem trabalha do planejamento da produção à compra garantida, usando inteligência artificial para prever a demanda. São 3 mil itens vendidos on-line para 35 mil clientes por mês. “Conseguimos eliminar intermediários da cadeia, manter preços até 25% abaixo dos supermercados, segurar a inflação de alimentos e dar crédito aos produtores, que não são apenas fornecedores, mas protagonistas nessa nova maneira de abastecer o cliente”, diz Tomás Abrahão, CEO e fundador da Raízs.

A empresa criou um fundo para ajudar pequenos produtores, alimentado por doações de clientes no checkout das compras e por 10% de seu resultado financeiro. Com microcrédito, financia a aquisição de insumos e equipamentos e a certificação. Nos últimos 12 meses, a Raízs vendeu 200 mil itens. Ela espera fechar o ano crescendo 2,5 vezes sobre 2020 e planeja chegar ao Rio de Janeiro e Paraná em 2022.

Mais informações: https://valor.globo.com/publicacoes/suplementos/noticia/2021/11/12/startups-financiam-e-estimulam-boas-praticas-na-cadeia-de-organicos.ghtml