Brasil | Telefônica terá nuvem computacional privada para 5G

158

Valor – Ivone Santana

A rede de quinta geração de serviços móveis (5G) da Telefônica, dona da Vivo, vai rodar em uma nuvem computacional privada. São principalmente computadores potentes – conhecidos como servidores – virtualizados, softwares e outras ‘ferramentas’ digitais montados como uma camada sobre a rede física da operadora. Os sistemas em nuvem podem ser acessados e processados remotamente, via internet.

A Telefônica investiu R$ 1,1 bilhão na compra de frequências no leilão de 5G. Arrematou dois blocos de 3,5 gigahertz (GHz), a faixa considerada nobre para a tecnologia, quatro blocos de 2,3 GHz.

O projeto Vivo Telco Cloud foi desenvolvido pela empresa de tecnologia VMware e testado em laboratório por dois anos. Agora, está sendo implantado pela integradora NTT Ltd. O contrato inicial da operadora com a VMware é de três anos, com possibilidade de renovação. O valor não foi revelado.

Mais informações: https://valor.globo.com/empresas/noticia/2021/12/28/telefonica-tera-nuvem-computacional-privada-para-5g.ghtml