Brasil | Universidade adota certificados validados por Blockchain

163

Convergência Digital

A emissão de micro certificados tem sido uma tendência em todo o mundo. Em vez de um aluno conquistar um diploma ao final de uma graduação, por que não, certificá-lo a partir das competências que ele vai adquirindo ao longo do curso? Foi esse o diferencial que a FECAF, Faculdade Capital Federal, resolveu oferecer aos seus alunos.

Para ir além das fronteiras regionais de Taboão da Serra, São Paulo, a FECAF, que possui 6 mil alunos no modelo presencial, também oferece 10 cursos de graduação e 67 de pós-graduação EAD com 1500 alunos. Observando as demandas do mercado, ela passou a focar nas skills que o mercado de trabalho exige dos profissionais que ela ajuda a formar. E, a partir daí, oferece uma trilha de aprendizagem em que o aluno vai conquistando micro certificações quando finaliza um curso ou uma disciplina específica.

As certificações vêm com credenciais (badges com a marca da instituição) validados por blockchain para dar mais credibilidade a tais selos. Para isso, as badges são atreladas a um sistema integrado com a Brightspace e que pode ser compartilhado nas redes sociais, como LinkedIn. “Amarramos a nossa certificação a uma estrutura, em que aluno e recrutador veem valor. Temos uma preocupação muito grande com empregabilidade, e por isso queremos ajudar nossos alunos a garantir a melhor formação e ensiná-los como comprovar uma boa formação e como se apresentar para o mercado de trabalho”, explica o diretor de Educação a Distância da FECAF, Leandro Ortunes.

Mais informações: https://www.convergenciadigital.com.br/Inovacao/Universidade-sai-na-frente-e-adota-certificados-validados-por-Blockchain-58441.html