Brasil | Vivo tem maior receita com serviço móvel em 6 anos

No serviço fixo, os ganhos voltaram a crescer após 4 anos de redução. A receita total da operadora foi de R$ 11,033 bilhões.

143

A Vivo teve uma receita de R$ 11,033 bilhões no terceiro trimestre de 2021, o que representa um crescimento de 2,2% ao ano. A operadora destacou a aceleração na receita do serviço móvel, que teve a maior alta dos últimos seis anos, e a volta do aumento da receita fixa após quatro anos, impulsionado por FTTH (fiber to the home) e Dados Corporativos e TIC.

O lucro da empresa alcançou R$ 1,315 bilhão, um aumento de 8,5% em comparação com o mesmo período do ano anterior, “em função principalmente do crescimento da receita e controle dos custos da operação”, informou a Vivo em comunicado.

Serviço móvel

A receita móvel total de R$ 6,453 bilhões, teve um avanço de 5,7% se comparado ao mesmo trimestre de 2020. Este foi o maior crescimento desde o segundo trimestre de 2015.

A Vivo explica que este resultado foi provocado pela expansão do 7,3% do segmento pós-pago. “Além do crescimento da base de clientes, reajustamos […] os planos controle e uma parcela do pós-pago puro, o que gerou um efeito positivo nas receitas do 3T21”, informou a empresa em comunicado.

A receita do pré-pago apresentou uma queda de 0,7%, o que a Vivo considera estável, mesmo com a alta inflação e a redução do valor do auxílio emergencial no período.

Já os ganhos com a venda de aparelhos apresentaram uma redução de 19,8%. Mas, segundo a operadora, isso foi resultado da venda acima do normal no mesmo período do ano passado e da redução da oferta de aparelhos em função da escassez global de componentes eletrônicos.

Serviço fixo

Nos serviços fixos, o trimestre encerrou com crescimento de 0,4% após 4 anos de redução na receita. Para a Vivo, o contínuo crescimento da Receita Core Fixa (FTTx, IPTV, Dados Corporativos e TIC, Atacado e outras receitas fixas) provocou a reversão.

“É resultado da decisão estratégica da companhia em focar seus investimentos em tecnologias mais avançadas, como fibra, e traz perspectivas positivas para o futuro”. Só em FTTH, os ganhos cresceram 37,2%.

A operadora afirma que o avanço de 17,1% da receita com Dados Corporativos, TIC e outros mostra que seu portfólio é completo. Nesta semana, por exemplo, a Vivo anunciou uma parceria com a Ânima Educação para criar uma plataforma com treinamentos online, ampliando seu ecossistema de serviços digitais.