Claro inaugura mais quatro usinas solares da GreenYellow

Juntas, as unidades produzem energia equivalente para abastecer mais de 22 mil casas por um ano.

119

Leer en español

A Claro ampliou recentemente seu parque de usinas solares com mais quatro unidades construídas pela GreenYellow. As instalações estão localizadas nas cidades de Florestópolis e Andirá, no Paraná, e Barbosa e Penápolis, em São Paulo.

Os 25 MWp produzidos pelas usinas representam o equivalente a quase 80 mil painéis solares, capazes de abastecer mais de 22 mil casas por um ano.

Em 2020, a GreenYellow inaugurou outras quatro unidades dedicadas à Claro em Padre Bernardo (GO), Goianésia (GO), São José do Belmonte (PE) e São João do Piauí (PI). Juntos, os projetos têm 19,26 MWp de potência instalada.

Todas as unidades abastecem 20 mil estruturas da empresa, como antenas, redes e lojas. Na região centro-oeste, por exemplo, o consumo de energia de toda a operação de telecomunicações é renovável, obtida por geração própria e contratos de compra no Mercado Livre de Energia.

As obras fazem parte do programa “A Energia da Claro”, lançado em 2017, cujo objetivo é priorizar o uso de fontes renováveis e ações de proteção ao meio ambiente em todas as operações e instalações da empresa.

Com mais de 52 usinas próprias, a operadora garante que este é o maior projeto de Geração Distribuída do Brasil, gerando energia limpa suficiente para o consumo de 240 mill residências no total.