CNI quer que Bolsonaro inclua autorização tácita no Decreto da Lei das Antenas

489
Abstract telecommunication tower Antenna and satellite dish at sunset sky background

Convergencia Digital – Luís Osvaldo Grossmann

A Confederação Nacional da Indústria tenta convencer o governo federal a incluir o ‘silêncio positivo’, a autorização tácita para instalação de antenas de celular passados 60 dias sem resposta dos municípios, no Decreto presidencial que vai regulamentar a Lei das Antenas (13.116/15). 

“Circula na Esplanada dos Ministérios uma versão adiantada da minuta do decreto que deve ser publicado em breve pelo presidente Jair Bolsonaro. A CNI considera fundamental desburocratizar a instalação de antenas em todo o país, condição básica para a ampliação da infraestrutura de telecomunicações, que permitirá a chegada da tecnologia 5G e a propagação da banda larga”, sustenta a entidade, em nota. 

Leer más: https://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=52622&sid=8