Fábio Faria vai à Coreia do Sul e ao Catar para debater 5G e semicondutores

O ministro visitará a Coreia do Sul, para firmar parceria e conhecer instalações do 5G, e o Catar, em busca de investidores.

186

Leer en español

Até o próximo sábado, 4, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, estará em missão na Coreia do Sul e no Catar para conhecer as instalações 5G, debater o fornecimento global de semicondutores e buscar investimentos para o Brasil.

O ministro partiu para Seul na madrugada do último sábado e, nesta segunda, possui visita marcada à fábrica de chips Hana Micron. Mais tarde, Faria se encontrará com o embaixador do Brasil na capital coreana, Luís Henrique Sobreira Lopes.

Segundo a pasta, também está prevista a assinatura de entendimento para cooperação em tecnologia da informação e comunicação com a Coreia; visita à Samsung, que tem a maior fábrica de semicondutores do mundo; e reunião com potenciais investidores em telecomunicações do fundo soberano catari, a Qatar Investment Authority (QIA).

5G

Em fevereiro, Faria chefiou a primeira missão 5G a cinco países, incluindo a nação coreana. O objetivo da viagem era coletar percepções e subsídios de modelos internacionais para aprimorar o desenvolvimento dessa tecnologia no país. Agora que o Brasil está mais próximo de realizar o leilão do 5G, a missão é firmar parceria e buscar investidores.

A Coreia foi o primeiro país do mundo a lançar o 5G comercial, em 2019. Em abril de 2021, o país chegou a 14,14 milhões de usuários 5G, o que representa 20% do total de usuários móveis.