Teletime – André Silveria

O Governo Federal trabalha para baratear o acesso do cidadão à certificação digital, que deve também incorporada ao futuro documento de identificação digital unificado. Segundo Rui Cesar Ramos, assessor da presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), atualmente um dos maiores impeditivos para o acesso ao certificado é o preço.  O assessor, que participou do Painel Telebrasil nesta quinta-feira, 23, diz que o trabalho envolve uma série de reformulações normativas no sentido de dar mais flexibilidade operacional à ferramenta.

Ramos explica que com o certificado digital o gestor público pode revogar, estabelecer prazo de validade e rastrear onde o cidadão está fazendo ações. Rui Ramos informa que não há regulação de preço sobre a certificação digital. Atualmente, segundo Ramos, o valor do certificado está acima de R$ 100 e a ideia é que caia para patamares de dezenas de reais, com prazo de validade de até cinco anos. “O grande foco do ITI neste ano é a massificação do certificado digital para o cidadão, para que ele usufrua dos serviços públicos e para que as companhias privadas possam identificar seu cliente”, reitera.

Leer más: http://teletime.com.br/23/05/2019/governo-avanca-na-universalizacao-do-certificado-digital/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here