Convergencia Digital

A juíza substituta da 7ª Vara Empresarial, Fabelise Leal, voltou a negar pedidos feitos por bancos para embargo à realização da assembleia geral de credores (AGC) da Oi, afirma reportagem do portal Teletime. Em despacho emitido na segunda-feira, 31, a magistrada indeferiu os novos pedidos feitos por Banco do Brasil, Itaú e Caixa Econômica Federal. Segundo Leal, o Juízo não irá se envolver em questões de “divergência meramente econômico-financeira”, restando assim à AGC a decisão sobre o aspecto da legalidade levantado pelas empresas. 

A juíza seguiu os mesmos critérios para indeferir o pedido do Banco de Desenvolvimento da China (CDB) na semana passada. “Trata-se, assim, de mera irresignação às soluções de mercado apresentadas pelas Recuperandas [a Oi]. A AGC é, portanto, o ambiente no qual devem os Credores apresentarem seus pontos de vista e interesses em relações as novas preposições trazidas pelas devedoras, nos termos do art. 35 da Lei 11.101/2005.”

Leer más: https://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=54742&sid=8

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here