MCom investe R$ 200 milhões em projetos de conectividade

Este foi o valor repassado à RNP em 2021, que desenvolve projetos de inclusão digital do MInistério das Comunicações. Até 2030, serão investidos R$ 605 milhões.

113

Leer en español

O Ministério das Comunicações (MCom) repassou R$ 200,4 milhões à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), em 2021, para viabilizar projetos de conectividade no Brasil. Os recursos fazem parte do total de R$ 605 milhões que serão transferidos à RNP até 2030.

Segundo o aditivo assinado em dezembro, o objetivo é assegurar a continuidade das ações previstas no Contrato de Gestão firmado no ano passado entre as partes, que inclui ainda o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e o Ministério da Educação (MEC).

A maior parte do montante, R$ 139,5 milhões, foi destinado ao piloto do Projeto Internet Brasil, que distribuirá 700 mil chips a alunos da rede pública de ensino básico. Cerca de R$ 46,4 milhões estão comprometidos com o Projeto Conexão nas Escolas; outros R$ 10,7 milhões foram para o Projeto Infovia Potiguar; e mais R$ 3,7 milhões também foram destinados ao projeto Internet Brasil.

O aditivo ainda alterou o Contrato de Gestão, porque a versão anterior previa o repasse de apenas R$ 65 milhões do MCom em 2021. Entretanto, com esse último acordo, R$ 200,4 milhões foram transferidos durante o exercício do ano passado, e os restantes R$ 404,5 milhões estão esperados para os exercícios de 2022 a 2030.

O Contrato também determina o repasse de total de R$ 789,6 milhões do MCTI e mais R$ 1,3 bilhão do MEC, totalizando R$ 2,7 bilhões para aplicação no período de 10 anos.

Ao portal Teletime, Pilar Almeida, assessora da direção geral da RNP, afirmou que o orçamento previsto do MCTI e do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico será de R$ 44,320 milhões e R$ 140 milhões, respectivamente, em 2022.