Ministros de Comunicações dos BRICS prometem cooperação em TIC

Em reunião recente, os ministros abordaram as ações para uma economia digital inclusiva.

161

Leer en español

Os ministros das Comunicações do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – países que compõem o grupo BRICS – se reuniram via conferência online na última sexta-feira, 22, para debater a cooperação na estruturação de uma economia digital inclusiva. 

Fábio Faria, ministro brasileiro, destacou os programas Wi-Fi Brasil e Norte Conectado, para a inclusão digital, e o leilão do 5G, que desencadeará uma “implantação acelerada” de infraestruturas, dado o cronograma e os requisitos de cobertura determinados pela Agência Nacional de Telecomunicações.

“Para dar um salto adiante, devemos continuar a desenvolver tecnologias e expandir a infraestrutura de rede digital, alavancar o valor dos dados em benefício de nossas sociedades e garantir a segurança no ambiente digital”, afirmou Faria.

Devusinh Chauhan, representante da Índia, disse que o governo de seu país está empenhado em reduzir a exclusão digital e ressaltou reformas recentes no setor de telecomunicações, como o incentivo ao compartilhamento de espectro e a mudança nas taxas referentes à receita bruta dos provedores de serviços de telecomunicações.

Na reunião, todos concordaram quanto à necessidade de trabalhar juntos para desenvolver abordagens multifacetadas para tornar os serviços de comunicação e tecnologias digitais mais acessíveis. Eles ainda abordaram os riscos e dilemas éticos relacionados à Inteligência Artificial (IA) e se comprometeram a cooperar mutuamente para lidar com essas dificuldades.

Em 2019, os representantes de Comunicações assinaram uma declaração de intenções para estabelecer parcerias em comunicação, informação e tecnologias digitais, com o objetivo de aumentar a eficiência na administração pública e promover a competitividade e a produtividade no setor privado.

O próximo encontro, em 2022, será realizado na China.