Receita B2B da Algar pode crescer 15% em 2019, projeta S&P Global

656

Teletime – Henrique Julião

No relatório de análise de crédito da Algar Telecom publicado nesta quinta-feira, 16, a agência de classificação S&P Global manteve o rating estável da operadora e apontou para tendência de uma “crescente geração de fluxo de caixa” por conta da expansão das operações da tele mineira e de medidas de eficiência. O cenário-base elaborado pela agência estima alta de 15% nas receitas B2B do grupo em 2019, de 17,5% em 2020 e de 13,5% em 2021. Em 2018 o segmento cresceu 8,4% (para R$ 1,546 bilhão), enquanto no primeiro trimestre de 2019 foram somados R$ 399,1 milhões com clientes corporativos.

“Esperamos que a empresa apresente margem EBITDA próxima a 38,5%-40%, dívida ajustada sobre EBITDA em torno de 2,2x e fluxo de caixa operacional livre sobre dívida abaixo de 10% nos próximos anos”, afirmou a S&P Global no relatório. Ainda assim, o efeito do alto volume de aportes sobre o fluxo de caixa livre da companhia é visto como risco. A S&P entende que uma estratégia de investimentos mais agressiva do que a projetada pela agência pode acarretar em um rebaixamento do rating.

Leer más: http://teletime.com.br/17/05/2019/receita-b2b-da-algar-pode-crescer-15-em-2019-projeta-sp-global/