Receita da Claro cresce 2,1% no 2º trimestre

O faturamento da companhia foi de R$ 9,8 bilhões, com destaque para receita de serviços móveis e banda larga residencial.

87

Leer en español

A Claro teve uma receita líquida de R$ 9,8 bilhões no segundo trimestre de 2021, um crescimento de 2,1% em comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado foi impulsionado pelo aumento de 10,8% na receita de serviços móveis, resultando em R$ 4,2 bilhões. 

A banda larga residencial também foi ressaltada, com crescimento de 4,8% na receita. No entanto, a receita “fixa e outros”, que também inclui TV por assinatura, telefonia fixa e a Embratel, teve redução de 6%, chegando a R$ 5,1 bilhões.

Serviços móveis

No relatório divulgado nesta terça-feira, 13, a companhia destacou o crescimento no segmento pós-pago. A base de clientes cresceu 22,9% em relação ao segundo trimestre de 2020, chegando a 7,3 milhões de clientes.

Já no pré-pago, a operadora fechou os últimos três meses com 28,6 milhões de assinantes, um incremento de 7,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo a Claro, essa é uma “fonte importante e qualificada para migração de clientes para o pós-pago”.

A empresa encerrou junho com um total de 67,7 milhões de clientes móveis.

A Claro considera que sair na frente para lançar a rede 5G DSS e ter a maior cobertura em 4.5G, atingindo 79,1% da população, contribuíram para o resultado.

Serviços residenciais

No mercado de banda larga residencial, a Claro ressaltou que se mantém líder, com 26,3% de market share em maio de 2021. Nas conexões com velocidade acima de 34 Mbps, “ultrabroadband”, a companhia tinha 30% de participação no mercado em maio. Foram mais de 1,2 milhão de clientes conquistados nos últimos 12 meses.

A continuidade da expansão da fibra fez com que 26 novas cidades recebessem a tecnologia FTTH no trimestre, atendendo 2,1 milhões de domicílios. A cobertura total da rede fixa da Claro alcançou 33,5 milhões de casas em 313 cidades brasileiras.

A empresa continua líder em TV por assinatura, com 47,2% de participação no mercado. Além disso, a Claro Box TV teve “recepção positiva no mercado”, atingindo 122 mil assinantes no segundo trimestre, quase 3,5 vezes maior que o trimestre anterior.

A operadora destacou sua atuação nos produtos relacionados a esportes, como Premiere e Conmebol TV, “num momento em que a procura de entretenimento e conteúdos ao vivo é cada vez maior”. Os produtos são ofertados aos clientes da TV paga.

Além disso, a companhia transmitiu uma corrida de Stock Car utilizando câmeras 360º e a rede 5G em São Paulo, e expandiu a oferta de 500 Mbps de banda larga em todo o país.

Mercado corporativo

As plataformas de TI (Tecnologia da Informação) também tiveram resultado positivo no fechamento do trimestre. Cloud teve crescimento de 111,5%, a plataforma de conectividade com Internet aumentou 9,7%, e a plataforma de mobilidade teve incremento de 180,8% em banda larga e de 35,3% em machine to machine/Internet das coisas.

No segmento de Grandes Empresas, o market share da Claro foi superior a 40% em telefonia fixa, dados, Internet e mobilidade.