Red Hat: “A transformação digital não é opcional”

Para Livio Silva, da Red Hat, a transformação digital é decisiva para uma empresa se manter no mercado e requer mudança cultural.

148

Leer en español

“A transformação digital não é opcional, é questão de permanecer no negócio”, afirmou Livio Silva, chief Solutions Architect Telco LATAM, da Red Hat. Ele participou do seminário 5G & Transformação Digital nesta quarta-feira, 1º,  promovido pela TelecomWebinar.

Silva explicou que a transformação digital é um processo contínuo pelo qual as organizações passam, a fim de se adaptar e levar a mudanças disruptivas para seus mercados. Isso ocorre por meio da aplicação de recursos digitais e tecnologias inovadoras.

“Requer tecnologia, processo, estratégia e mudanças organizacionais”, disse o especialista. Entretanto, ele chamou a atenção para o fato de que muitas organizações ignoram a mudança cultural, a principal barreira antes de chegar à liderança digital.

Edge computing

Uma ferramenta que contribui para a transformação digital é o edge computing, que, segundo o especialista, está “revolucionando o mundo como conhecemos”. 

“A computação de borda ajuda a atender as necessidades crescentes de largura de banda, velocidades mais rápidas e maior confiabilidade, sendo capaz de distribuir o processamento para pontos de presença, criando melhores experiências de aplicativos”, explicou.

Por sua vez, o 5G é a tecnologia impulsionadora do edge computing e diversos outros recursos que servirão de base para acelerar a transformação digital. “Podemos afirmar que o 5G será muito mais que uma tecnologia, será uma nova plataforma de negócios que vai abrir uma série de possibilidades, não só para as empresas, mas para toda a economia do país.”