São Paulo cria o primeiro sandbox estadual do Brasil

As empresas poderão testar projetos inovadores sobre Cidades Inteligentes nos municípios do Vale do Paraíba e do Litoral Norte.

162

Leer en español

O estado de São Paulo anunciou recentemente a criação de ambientes de sandbox nos municípios com a temática de Cidades Inteligentes. O governador João Doria comunicou a novidade durante o evento Retoma SP, na cidade de São José dos Campos.

“O governo de São Paulo é o primeiro do Brasil a levar o Sandbox Regulatório para seus municípios. Esse será um importante instrumento para a retomada da economia e promoção de negócios inovadores em todo o estado”, afirmou o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

Com a iniciativa, empresas e startups poderão oferecer e testar novos produtos e serviços no âmbito de cidades inteligentes com menos burocracia e maior flexibilidade em relação às regulamentações vigentes.

O regime mais flexível foi permitido por meio do Marco Legal das Startups e do Empreendedorismo Inovador, sancionado em junho deste ano.

Para o governo, o sandbox vem para complementar o programa Cidades Inteligentes, que busca soluções tecnológicas para o planejamento urbano sustentável. Em junho, Doria anunciou a primeira etapa do projeto com o investimento de R$ 15 milhões para levar iluminação pública de ponta a 11 municípios.

Agora, o estado conta com a parceria do Parque Tecnológico de São José dos Campos e as consultorias SPIn e Necta para apoiar a implementação dos ambientes sandbox nos municípios da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

A novidade segue a recomendação de especialistas de que as cidades deveriam testar tecnologias em escalas menores antes de implementá-las em todo o município, permitindo que a população valide a ferramenta a ser instalada.

O decreto do ambiente de teste regulatório estadual deverá ser publicado no Diário Oficial do Estado nas próximas semanas.