São Paulo investe R$ 15 milhões em modernização da gestão pública

Novo programa Cidades Inteligentes tem o objetivo de modernizar a gestão pública. A primeira fase levará iluminação de ponta e Wi-Fi a 11 municípios.

396

O governo estadual de São Paulo lançou nesta quarta-feira, 23, o programa Cidades Inteligentes, que busca a desburocratização administrativa e soluções tecnológicas para o planejamento urbano sustentável.

A primeira etapa do projeto conta com investimento de R$ 15 milhões para levar iluminação pública de ponta a 11 municípios: Barra Bonita, Campos do Jordão, Fernando Prestes, Ferraz de Vasconcelos, Holambra, Iguape, Lorena, Pirajuí, São Carlos, São Luiz do Paraitinga e Santo Antônio do Pinhal.

Os dispositivos com tecnologia LED permitem que as prefeituras adotem sistemas de Internet pública Wi-Fi e conexão de diferentes serviços digitais. Além disso, a iluminação mais eficiente garante mais segurança no trânsito e facilita o patrulhamento policial no período noturno.

“O Cidades Inteligentes se soma a uma série de ações para tornar a vida do cidadão mais digital e ágil”, afirmou o vice-governador Rodrigo Garcia na inauguração do programa.

O governo ainda anunciou novos serviços coordenados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O Via Rápida Empresa Municipal da Junta Comercial, por exemplo, reúne em um único formulário todas as informações necessárias para a abertura e regularização de empresas de naturezas simples.

A plataforma IPT Municípios, apoiada pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas, dará acesso a webinars sobre conectividade, mobilidade, gestão de resíduos, iluminação pública e outros temas para as autoridades das cidades. Além disso, a ferramenta permite agendamento de visitas técnicas de especialistas do IPT.

Por fim, o Patem (Programa de Atendimento Tecnológico aos Municípios) oferecerá apoio técnico para que as prefeituras desenvolvam políticas públicas com base nos critérios de desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas. 

“O Governo de São Paulo é o primeiro do Brasil inteiramente digital. Vamos ganhar tempo e agilidade nos procedimentos utilizando a tecnologia”, disse o governador João Doria.

Transformação digital

O documento Tendências na Transformação Digital em Governos Estaduais e no Distrito Federal do Brasil, publicado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento neste ano, mostra que 60% dos estados brasileiros ainda não contam com uma estratégia de transformação digital, incluindo São Paulo. 

O BID avalia que a maioria dos estados não está avançando no mesmo ritmo do governo federal na adoção de políticas e ações de governo digital, criando uma brecha entre os níveis da administração pública que se modernizam e os que não o fazem.

Ainda assim, o São Paulo se destaca no tema de interação com cidadãos e empresas. É uma das 10 unidades da federação que possui integração entre os canais de atendimento ao cidadão, e um dos sete que conta com uma plataforma de interoperabilidade dos sistemas públicos de informação. O estado também tem uma estratégia vigente de contratação de provedores de serviços em nuvem.