Serpro: Claro e Vivo estão qualificadas para fornecer plataforma IoT

As duas operadoras cumpriram os requisitos necessários para oferecer uma plataforma IoT ao Serpro. Para a parceria se concretizar, é necessário assinar o termo de confidencialidade e elaborar o plano de negócios.

243

Leer en español

A Claro e a Vivo foram duas das 16 empresas selecionadas pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para fornecer uma Solução de Gerenciamento de Dispositivos Internet das Coisas (IoT). O resultado do edital foi divulgado nesta semana.

Foram analisados 36 requisitos de qualificação técnica da plataforma, como fornecer software e ferramentas necessárias para o funcionamento de uma solução Multitenant architecture (arquitetura que atende vários projetos); possibilitar controle central para gerenciamento de forma remota; e oferecer autenticação de dois fatores.

O objetivo da parceria é construir uma plataforma para dar suporte às iniciativas do Serpro que envolvam o gerenciamento de dispositivos IoT, assim como “recebimento e envio de dados para dispositivos IoT”. Esse produto será comercializado de acordo com o modelo de negócio construído pelas empresas, que estará sujeito à aprovação.

Resultado

Das 17 organizações interessadas, apenas uma não foi qualificada para fazer o contrato com o Serpro por não comprovar o atendimento dos itens técnicos. Segundo a entidade, é possível celebrar parceria com mais de uma empresa.

A Vivo atendeu 100% dos requisitos e, a Claro, 97,22%, não tendo cumprido o artigo que diz: “o fornecedor não deve figurar ou dispor em seu parque dispositivos ou soluções que constam em listas relacionadas a problemas de segurança ou privacidade, como exemplo o PROCOM ou a Federal Trade Commission”.

Para o acordo ser concretizado, ainda é necessário firmar o Termo de Confidencialidade e elaborar o plano de negócios. 

Outras empresas habilitadas foram V2COM, Maxinst, Sigmais, Magna, Logicalis, Sonda-CTIS, Thingable, Tk Tecnologies, Firts Decision, Scipopulis, Levertech, Movttel, Mestria, Innovotec.