Teletime – Samuel Possebon

Há uma grande expectativa entre as operadoras de telecomunicações com a retomada dos testes de campo que o CPqD conduzirá a partir da semana que vem, até o dia 15 de setembro, para os filtros de LNB que poderão ser utilizados em antenas parabólicas dedicadas à recepção dos sinais de TV (TVRO) caso a Anatel opte, no edital de 5G, pelo caminho da mitigação de possíveis interferências. Depois do testes de laboratório, o CPqD concluiu que há três filtros produzidos com capacidade de filtrar interferências. Apenas um não teve resultados satisfatórios. Mas os testes realizados até aqui ainda não utilizaram equipamentos reais de 5G, o que começa a ser feito a partir da próxima semana no centro técnico de referência (CTR) da Claro no Rio.

A expectativa é porque, por parte das engenharias das operadoras, há a convicção de que o modelo de mitigar as interferências é perfeitamente viável tecnicamente e muito menos custoso do que a outra alternativa possível: a de migrar os sinais de TVRO para a banda Ku. Esse é o caminho pelo qual a Anatel tem se mostrada, até aqui, mais inclinada, pois considerava que os filtros não estavam entregando o desempenho esperado. Além dos testes dos filtros (LNBFs) para a recepção doméstica, o CPqD também fará testes com filtros profissionais, para as transmissões de banda C em aplicações corporativas.

Leer más: https://teletime.com.br/25/08/2020/teles-confiam-em-retomada-de-testes-dos-filtros-contra-interferencia-do-5g-em-parabolicas/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here