Vivo defende blocos de 100 MHz no leilão de 5G

0
98

Teletime – Marcos Urupá

A Vivo acredita que a agenda regulatória para 2021 e 2022 deve ser mais pragmática, já que existem na mesa alguns temas que precisam ser enfrentados para que o Brasil suba de nível no acesso à banda larga. Camilla Tápias, VP de Assuntos Regulatórios da Vivo, acredita que dois temas prioritários são o leilão das faixas de espectro do 5G e a venda dos ativos da Oi.

Sobre o leilão das faixas de espectro do 5G, Tápias defendeu lotes 100 MHz ao invés da proposta da Anatel de cinco de 80 MHz. “É importante vermos como ficarão os lotes do 3,5 GHz. Sabemos que a Anatel está com a proposta de cinco bloco de 80 MHz. Mas achamos que para a prestação do 5G na sua integralidade, a gente tem que ter 100 MHz e não 80 MHz”, defendeu a executiva da Vivo na live organizada pelo site Tele.Síntese nesta segunda-feira, 9.

Leer más: https://teletime.com.br/09/11/2020/vivo-defende-blocos-de-100-mhz-no-leilao-de-5g/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here